Os exames admissionais físico- funcionais fazem parte do arsenal de recursos do Fisioterapeuta do Trabalho.

É importante saber o que é de nossa responsabilidade e o que é responsabilidade do médico.

Esse exame pode ser feito antes ou depois do exame médico admissional, mas ele normalmente acaba sendo feito antes para diminuir o custo para a empresa.

O exame admissional físico-funcional tem um custo menor que o exame médico admissional porque ele encontrará inadequações que vão evidenciar o risco de contratação daquele candidato, e isso vai ser independente do resultado do exame médico admissional.

Isso acontece por que os exames físico-funcionais e médico vão avaliar a saúde em pontos diferentes e de formas diferentes, embora eles se tratem da mesma avaliação de saúde do candidato, e dessa forma conseguimos perceber se o candidato está na margem aceitável para cada item analisado no nosso exame final.

Caso o candidato não esteja na margem aceitável, o nosso parecer final deve ser perfil físico funcional insuficiente ou alto risco.

Devemos evitar expressões como apto ou inapto para o cargo determinado da nossa avaliação porque isso é uma atribuição do médico do trabalho.

No caso de não encontrarmos parâmetros previamente conhecidos podemos buscar esses parâmetros na literatura.

Existem inúmeras tabelas de referência para esses parâmetros. Não podemos vetar o candidato que estiver enquadrado dentro das faixas de normalidade. 

Sempre devemos usar tabelas com valores de referência para realizar nossos exames.

Como tem sido a sua experiência com os exames admissionais? Deixe um comentário compartilhando comigo.

Não esquece de salvar esse post, para não perder mais dicas e conteúdos sobre a Ergonomia e Fisioterapia do Trabalho.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe uma resposta